Neoenergia recuperou 141 milhões de kWh de energia nos nove primeiros meses de 2023, o suficiente para abastecer 1,3 milhão de casas por 30 dias

A Neoenergia Pernambuco avança em ações preventivas para combater os desvios de energia. Nos primeiros nove meses deste ano, a distribuidora recuperou 141 milhões de KWh de energia, o que corresponde ao fornecimento de 1,3 milhão de residências por 30 dias, ou de todo o município de Olinda por cinco meses. O resultado foi obtido com as mais de 100 mil inspeções realizadas de janeiro a setembro deste ano. A companhia atende a mais de 4 milhões de clientes no estado.

Entre outras ações para evitar as perdas, destacam-se a regularização de clientes, com o uso de soluções inovadoras, como analytics e sensores inteligentes. Os dados do período também revelam que a Neoenergia Pernambuco também regularizou mais de 54 mil ligações clandestinas, bem como substituiu 63 mil medidores obsoletos.

“Para garantir a qualidade e a segurança do fornecimento, a distribuidora mantém uma forte atuação no combate aos desvios. Além disso, estamos investindo na modernização do serviço com a blindagem de redes, em que as concessionárias do grupo promovem a implantação de novos padrões de rede e a substituição de equipamentos, como cabos e medidores”, explica Ícaro Bezerra, Supervisor de Recuperação de Energia da Neoenergia Pernambuco.

Segundo o executivo, uma das principais mudanças é a troca dos medidores, que deixam de ser instalados na fachada ou dentro dos imóveis e passam a integrar um Sistema de Medição Centralizado (SMC), ficando conectados aos postes das distribuidoras, permitindo a telemedição. Com isso, os equipamentos podem ser acompanhados remotamente para executar serviços e identificar interferências na medição.

Outra ação realizada pela Neoenergia Pernambuco é a regularização de clientes clandestinos por meio da instalação de medidores de energia para consumidores que ainda não têm o equipamento e, portanto, estão irregulares. A solicitação pode ser feita às concessionárias e a ligação é realizada de forma gratuita.

A Neoenergia Pernambuco reforça que o furto de energia é crime sujeito às penalidades do artigo 155 do Código Penal Brasileiro. Além de acarretar prejuízos à população, a prática representa riscos de acidentes graves. Em caso de denúncias, os clientes podem entrar em contato pelos canais de atendimento da concessionária, sem a necessidade de identificação.

Denúncia

Os desvios de energia prejudicam todos os clientes, já que promovem modificações inapropriadas na rede, trazendo riscos à vida, e parte do valor da energia furtada acaba sendo pago entre todos os consumidores. Por isso, a Neoenergia Pernambuco reforça a importância de denunciar fraudes. As denúncias são feitas de forma anônima pelas Centrais de Relacionamento ou direto nos sites das distribuidoras.

Fechado para comentários

Veja também

Petrolina (PE): 2° Fórum do Selo UNICEF avança nas políticas públicas pelos direitos das crianças e adolescentes

O município de Petrolina tem fortalecido políticas públicas para redução das desigualdades…