“Não havia necessidade de fazer manutenção no Riacho da Vitória”, alega coordenador da Defesa Civil

3

genevaldo

O coordenador da Defesa Civil de Petrolina,  Genivaldo Santos, revelou que a prefeitura não poderá realizar alguma intervenção no Riacho da Vitória, local onde concentra uma grande quantidade de sal, lançados no Rio São Francisco.

“Por enquanto a prefeitura não poderá fazer intervenção porque o local está encharcado e vamos ter que esperar secar, senão as máquinas irão afundar”, ressaltou.

Alguns leitores opinaram contra a opinião do secretário, alegando que a manutenção do riacho nunca foi feita em quase oito anos de gestão municipal.

“Não era necessário manutenção para um aterro de barro instalado no local e o que a água não rompeu está no mesmo lugar e ninguém deve criticar gestão”, rebateu.

Para fazer toda a manutenção do riacho fazendo a retirada das taboas (planta aquática), o secretário revelou que o gasto seria excessivo e a prefeitura não teria recurso para isso.

Enquanto isso, a população continuará consumindo água salgada.

 

 

 

3 Comentários

  1. Paulo Couto

    28 de janeiro de 2016 em 10:23

    Secretario, não tem resposta para população? como vc fala isso para mais 300 mil pessoas,que espera dos gestores, uma solução para os problemas da cidade? aliá eles nunca souberam mesmo resolver nada, a não
    ser SãoJoão e Nova semente. mais vez decpcionado com esta gestão.

    Responder

  2. Eleitor inteligente

    28 de janeiro de 2016 em 14:42

    E tem recurso pra gastar no pátio de eventos.
    Quanto já foi gasto nesse pátio de eventos desde que foi implantado?Essa pergunta vai para o vereador Ronaldo Cancao se é que, ele,ainda vai pedir a prefeitura esclarecimentos sobre os valores gastos nesse pátio de eventos durante todos esses anos.

    Responder

  3. Tbob _\|/_

    29 de janeiro de 2016 em 10:37

    Isso eh fruto da má gestão, emprego arranjado, esse camarada passou de guarda municipal para secretário.
    Qual o estudo sobre eng. Civil desse cidadão ?
    Leigo!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Médico morre vítima do novo coronavírus

Faleceu na noite de segunda-feira (23),  em Petrolina (PE), o anestesista César Obara. Ele…