Mulher usa guarda-chuva para matar agressor sexual no Ceará

Uma mulher de 25 anos usou um guarda-chuva para se defender de importunação sexual por parte de um homem de 49 anos, em Sobral, interior do Ceará, no último sábado (4). O homem acabou não resistindo ao ferimento e morreu.

O homem, sem o nome divulgado, foi levado à Santa Casa de Misericórdia de Sobral ainda com vida. De acordo com o hospital, o paciente chegou ao local com uma perfuração na região do fêmur, vindo a óbito minutos depois devido a uma parada cardiorrespiratória pós-traumática.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi acionada e colheu as primeiras informações sobre a ocorrência. Uma delas é a de que o homem já tinha antecedentes por ameaça, danos e injúria.

A mulher que se defendeu foi conduzida para a Delegacia Municipal de Sobral, onde foi instaurado um inquérito policial por portaria, posteriormente transferido para o Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP), da Delegacia Regional de Sobral, que ficará a cargo das investigações, conforme a SSPDS. A mulher, que também não teve seu nome divulgado, poderá responder por homicídio em legítima defesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Sargento que atirou em filhos durante briga com esposa é expulso da Polícia Militar de Pernambuco

O terceiro sargento da Polícia Militar de Pernambuco, Moisés Francisco de Lima Carvalho, s…