MPPE irá investigar se houve omissão da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes (PE) com transporte complementar

Um inquérito civil foi instaurado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) nesta segunda-feira (1°), para apurar as condições do sisitro de tânsito que provocou a morte de cinco pessoas e deixou outras 29 feridas, na tarde do último domingo (31), em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife.

Um dos fatos que deve ser investigado pelo MPPE é se houve omissão da Prefeitura do Jaboatão em relação às condições do transporte complementar, já que a modalidade é administrada pelo órgão.

O que diz o MPPE

De acordo com o o MPPE, o Inquérito Civil (IC) 02011.000.141/2024 foi instaurado por meio da Promotoria de Justiça de Transportes da Capital.

Foi dado um prazo de 15 dias úteis para que a Secretaria Executiva de Ordem Pública e Mobilidade (SEORP) do município de Jaboatão dos Guararapes preste seus esclarecimentos sobre o ocorrido no domingo (31), com um micro-ônibus da linha 118-Marcos Freire/Barra de Jangada; e de 30 dias úteis para que a Delegacia de Prazeres remeta cópia do resultado da perícia do veículo envolvido no acidente.

O que diz a Prefeitura de Jaboatão

Em nota, a Prefeitura do Jaboatão informou que ainda não recebeu nenhuma notificação formal do Ministério Público acerca do assunto, mas que está à disposição para qualquer esclarecimento que se faça necessário.

A Polícia Civil de Pernambuco informou que todos os detalhes das investigações só serão divulgados após a conclusão do inquérito policial. Por enquanto, o pronunciamento seguirá sendo feito por meio de nota oficial:

“A Polícia Civil de Pernambuco informa que segue em investigação, por meio da Delegacia Seccional, em Prazeres, o trágico sinistro de trânsito, envolvendo um micro-ônibus e fiéis, no bairro de Marcos Freire, em Jaboatão dos Guararapes.

O motorista apresentou-se e foi ouvido, ainda no domingo (31).

As diligências seguem até o total esclarecimento do ocorrido. Mais informações serão repassadas após a conclusão do inquérito.”

Fechado para comentários

Veja também

Governo de Pernambuco contrata empresa organizadora do concurso da Polícia Científica com 213 vagas

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta terça-feira (23), a contratação da empresa AOCP &#…