Motorista de carro-pipa que invadiu bar em Juazeiro (BA) matando mãe de jogador furtou veículo após expediente, diz prefeitura

O condutor do caminhão-pipa que invadiu uma distribuidora de bebidas em Juazeiro (BA), causando a morte de Rosilane Rodrigues de Souza, havia furtado o veículo após o horário de expediente. A informação foi divulgada pela prefeitura de Juazeiro, por meio de nota, nesta quarta (12). O homem está preso, segundo a Polícia Militar da cidade.

Rosilane Rodrigues, de 37 anos, era madrasta do jogador baiano Walace Souza, ex-seleção brasileira de futebol e atual no Udinese da Itália.

O caminhão-pipa envolvido do acidente usava a logomarca da prefeitura de Juazeiro e, ainda segundo a gestão municipal, o homem que dirigia o veículo no momento da invasão à distribuidora era um ajudante geral. A prefeitura disse que o caminhão havia passado por uma revisão recentemente.

O motorista também estava embriagado e não tinha habilitação para dirigir. Ele poderá responder por homicídio culposo – sem intenção de matar- ao dirigir sob influência de álcool e sem habilitação. A pena pode chegar a nove anos, sendo oito anos pelo homicídio culposo sob efeito de álcool e um ano por não ter carteira de habilitação.

A distribuidora de bebidas ficou completamente destruída. De acordo com os familiares, depois de atingir a estrutura o motorista deu ré, o que teria comprometido ainda mais a estrutura.

Fechado para comentários

Veja também

Petrolina (PE): Coleta de lixo doméstico será suspensa durante o feriado de São João

A coleta de lixo urbana será suspensa em Petrolina na segunda-feira (24), durante o feriad…