Morre professora que foi arremessada de brinquedo no Mirabilandia

Morreu nesta quinta (1º) a professora Dávine Muniz Cordeiro, de 34 anos. Ela foi arremessada de um brinquedo do Parque Mirabilandia, em Olinda, em setembro do ano passado, e estava internada desde então.

Segundo os parentes, o enterro dela será realizado no Cemitério Parque das Flores, no Sancho, na Zona Oeste. Dávine sofreu graves ferimentos na cabeça e passou por dez cirurgias.

Ela foi levada, primeiro, para o Hospital da restauração (HR), no Derby, no Recife. Depois, ficou internada no Hospital São Marcos, na mesma região. Por fim, teve que ser transferida para o Hospital da Hapvida, na Ilha do Leite, onde morreu, durante a madrugada.

A Polícia Civil informou que o inquérito ainda não foi concluído. Também disse que os delegados estão avaliando as circunstâncias para poder se pronunciar.

Relembre o caso

Dávine Muniz caiu do brinquedo Wave Swinger, em setembro de 2023. Ela esteve internada em hospital particular desde o dia 3 de outubro, após uma determinação da Justiça que ordenou que o Mirabilandia se responsabilize pelos custos do tratamento.

O parque chegou a entrar com recursos para não custear a internação de Dávine, mas não teve o pedido acatado.

O parque Mirabilândia voltou a funcionar no dia 2 de novembro, após passar 42 dias interditado por determinação do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon). (Diário PE)

Fechado para comentários

Veja também

Construtora Jotanunes esclarece sobre últimos acontecimentos envolvendo o empreendimento Vila Verde em Perolina (PE)

NOTA DE ESCLARECIMENTO Em virtude dos últimos acontecimentos envolvendo o empreendimento V…