Ministro anuncia nova rodada de testes com remédio Annita contra coronavírus

O ministro Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia, anunciou nesta terça-feira (19) que o governo vai iniciar um segundo protocolo de testes com um antiparasitário que, segundo o titular da pasta, é promissor para o tratamento do novo coronavírus.

A existência de testes realizados com nitazoxanida (vendida no Brasil sob a marca Annita) foi revelada por Pontes em meados de abril. Na ocasião, ele não disse o nome do medicamento sob o argumento de que ele ainda não era controlado e que era preciso evitar uma corrida às farmácias –como ocorreu quando o presidente Jair Bolsonaro passou a defender publicamente a hidroxicloroquina como cura para a Covid-19.

O primeiro protocolo de ensaios clínicos tem 500 pacientes e o segundo terá o mesmo número de participantes, segundo Pontes. O ministro não deu uma previsão detalhada sobre quando os estudos devem ser finalizados.

A diferença do segundo protocolo de ensaios clínicos é que ele será destinado a pacientes com sintomas leves do novo coronavírus. O protocolo anterior era aplicado em pacientes com quadro mais avançado, de pneumonia.

No teste, o remédio também será oferecido a pessoas assintomáticas, mas que tenham a confirmação da infecção. “O novo protocolo é para o paciente com sintomas muito precoce ou sem sintomas. Mas como é uma doença imprevisível, cuja replicação viral precisa ser inibida para que não entre naquele tempestade inflamatória, a ideia é que essa droga, se mostrando eficiente no combate à replicação viral, evite o paciente chegar ao estagio da tempestade inflamatória”, disse Marcelo Morales, secretário de Políticas para Formação e Ações Estratégicas do ministério. (AB).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) divulga cotação desta sexta-feira (14)

O Mercado do Produtor de Juazeiro divulgou a cotação dos produtos comercializados no entre…