Ministério do Esporte repudia violência na final do Campeonato Pernambucano e cobra investigação

O Ministério do Esporte emitiu neste domingo (31) uma nota oficial repudiando veementemente os lamentáveis episódios de violência que ocorreram durante a partida entre Náutico e Sport, válida pelo Campeonato Pernambucano, no sábado (30), no Recife, e afirmou que “é crucial investigar e responsabilizar os envolvidos nesse episódio”.

O confronto, que se deu no estádio dos Aflitos, foi marcado por cenas de tumulto que resultaram em brigas entre torcedores do Náutico e membros da Polícia Militar de Pernambuco. O incidente forçou a interrupção do jogo aos 30 minutos do segundo tempo, quando Náutico perdia a partida por 2 a 0 – placar que acabou sendo o final – e deixou vários feridos, que foram prontamente atendidos ao redor do gramado.

Por medida de segurança, apenas torcedores do Náutico compareceram ao jogo de ida da decisão. A polícia chegou inclusive a usar spray de pimenta na tentativa de dispersar os torcedores mais exaltados, que pediam a demissão do técnico Allan Aal, desligado logo após a partida, segundo comunicou a diretoria do Náutico.

A nota do Ministério do Esporte enfatiza que “a segurança dos torcedores e a integridade dos eventos esportivos são prioridades absolutas” e que o órgão “tem conduzido ações concretas, como o termo de cooperação técnica estabelecido em conjunto com o Ministério da Justiça e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em apoio ao Programa Estádio Seguro”.

O ministro do Esporte, André Fufuca, anunciou a realização de reuniões nos próximos dias com os clubes e federações para debater e implementar medidas que promovam a segurança nos estádios.

O duelo decisivo pela taça do Campeonato Pernambucano está marcado para o próximo sábado, dia 6 de abril, às 17h, com mando de campo do Sport, que ficará com o título mesmo se perder para o Náutico por um gol de diferença.

Fechado para comentários

Veja também

Governo de Pernambuco contrata empresa organizadora do concurso da Polícia Científica com 213 vagas

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta terça-feira (23), a contratação da empresa AOCP &#…