Miguel Coelho decide prolongar decretos de quarentena em Petrolina por um período estipulado

1

Todos os decretos já publicados pela Prefeitura de Petrolina para suspender aglomerações com mais de 10 pessoas terão prazo estipulado. A decisão foi informada pelo prefeito Miguel Coelho, nesta quinta (26), em uma entrevista coletiva via redes sociais. O gestor ainda acrescentou que enviou à Assembleia Legislativa um decreto para instaurar situação de calamidade pública.

Segundo o prefeito, todas as restrições impostas pelo município terão renovação oficial na próxima terça (31), pois este era o prazo limite de boa parte das medidas de suspensão dos serviços. A proposta é publicar o novo decreto renovando a quarentena em Petrolina por período estipulado.

“Não dá para subestimar esse vírus, temos que prezar pela vida. É um cenário muito dinâmico e os casos de doenças respiratórias graves, inclusive, Covid-19 estão crescendo em nossa cidade. Sei que isso é um remédio amargo, mas a preservação de vidas está em primeiro lugar”, reforçou o prefeito.

Petrolina tem dois casos confirmados de Coronavírus e quatro de outras síndromes respiratórias agudas graves como Influenza e H1N1. Um dos pacientes está em estado grave, mas não há ainda o resultado do teste para saber se ele está com a Covid-19.

1 Comentário

  1. ANTONIO LISBOA

    27 de março de 2020 em 01:59

    É! essa geração provou que se tornou de fato uma geração Nutella.
    Nossos avôs e bisavôs devem está se revirando nós túmolos de tanta vergonha.
    Onde eles saíram para lutar no front e deixaram suas esposa e filhos em pró que estes estivesse hoje gozando da liberdade e livres da tirania e da fome, ver seus netos e bisnetos acorvadados diante de uma guerra onde preferem se esconder em casa e esperar a morte chegar e assim assistir a sua família morrer de fome, por não ter coragem de enfrentar a batalha e garantir o pão dos seus filho porque prefeito tal, governador tal caga nas calças ou porque politicamente é mais vantajoso pra eles. O povo dessa geração Nutella aceita covardimente.
    Agora pergunto se acontecer a terceira grande guerra? Quem vai para o front? Acredito que ninguém… Pois é melhor para essa geração Nutella morrer em casa teclando no celular… Que sair e lutar… prefiro morreu lutando e morrer com o Corona que sobreviver como um covarde em casa.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Bolsonaro suspende aumento de preços de medicamentos por 60 dias

Em publicação na tarde de hoje (31) no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro anunciou a sus…