Meteorologista explica sobre a chuva da noite de terça (22) e afirma que as temperaturas elevadas devem continuar até dezembro em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA)

0

Em entrevista ao Programa Edenevaldo Alves na Petrolina FM, o  professor e meteorologista da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Mario Miranda, explicou que a  chuva registrada na noite de terça-feira (22), em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA),  é resultante de um sistema chamado Zona de Convergência do Atlântico Sul que tem o prazo de 10 a 20 anos para acontecer. “A cada 10 a 11 anos ele volta menos forte. A cada 20 anos ele volta mais forte”, assegurou.

O meteorologista também salientou que a posição que a terra ocupa neste período contribui para o aumento da temperatura.”A partir do dia 23 de setembro a terra começou a ficar mais próxima do sol e, consequentemente, a partir desse dia ficou mais longo que a noite. Ate o dia 21 de dezembro, nós vamos ter essas temperaturas mais elevadas, exceto, quando chover que ameniza alguns dias”.

Miranda  pontuou que o asfalto, principalmente as vias que foram recapeadas recentemente,  é um aliado para as elevadas sensações térmicas e que por conta disso entre 12h e 14h, a  temperatura  pode  chegar próximo de 70º. “Aquece o asfalto, ele joga esse calor na atmosfera e a gente sente esse calor”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

‘Lápis na Mão – Em Casa’ mobiliza escolas e alunos de Juazeiro (BA)

“Educação em tempos de pandemia: um aprendizado que envolve criatividade.” Este é o tema d…