Mesmo com a liberação de R$ 5 milhões, “Univasf continua massacrando os funcionários”, diz leitor

1

“Mesmo com a liberação dos 5 milhões, a Univasf continua massacrando os funcionários. Hoje já é dia 9 e não temos previsão de quando será depositado o nosso salário, a empresa não fala nada, a Univasf também não, mês passado vinhemos receber dia 18.  Todo mês pagamos nossas contas atrasadas, cartão de crédito não dispensa os juros, estamos trabalhando no escuro, pensamos que ia melhorar, mas até o momento não estamos com esperança de quando vamos receber”.

O leitor e funcionário da instituição não quis ser identificado e menciona a Empresa Soll serviços responsável pelas obras e locações, e pelo atraso.

1 Comentário

  1. Marinalva

    9 de outubro de 2019 em 12:00

    São do PT

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Covid-19: Curas em Petrolina (PE) totalizam 1.721 e ocupação dos leitos de UTI chega a 44%

Mais 247 pessoas foram testadas para a covid-19 em Petrolina, com 45 novos positivados: 25…