Marchantes realizam protesto contra Interdição do Matadouro de Petrolina

1

IMG_8655

Marchantes de Petrolina, no sertão de Pernambuco, realizaram, na manhã desta quarta-feira (20), um protesto, que começou em frente ao Centro de Convenções e seguiu até a prefeitura. Os profissionais cobram da gestão municipal providências, no sentido de não fecharem o Matadouro Público. O abate dos animais está previsto para ser transferido para Juazeiro, a partir do mês de fevereiro.

Cerca de 2 mil assinaturas contra o fechamento do abatedouro já foram recolhidas e serão entregues ao ministério público nesta quinta feira (21).

IMG_8635“Ele disse que está obedecendo o ministério público né!Então, porque não obedece o ministério público quando manda ele devolver os R$ 19 milhões do Nova Semente?” questionou o Vereador Zenildo Nunes se referindo ao prefeito Julio Lossio. O vereador disse ainda, que todos os vereadores deveriam se unir nessa causa: “Vamos a luta, todos os vereadores, vamos votar contra a venda do matadouro da minha querida Petrolina”.

De acordo com um manifestante, conhecido como Dedeuzinho, o movimento não é contra os funcionários da prefeitura, e sim contra o fechamento do matadouro que irá gerar muitos desempregos. “Eles devem saber, ou ao menos imaginar, a dificuldade que nós estamos enfrentando. Serão 150 desempregos. 150 pais de famílias que irão ficar nas ruas, sem emprego”, lamentou.

IMG_8644Para Antônio Batista, presidente da Associação dos Feirantes do Centro de Apoio aos Pequenos Empreendimentos (Ceape), o fechamento do matadouro vai fazer com que a população de petrolina consuma carne de origem duvidosa, visto que será abatida em outro local. “Nós feirantes sentimos na pele, tanto quanto os marchantes, o fechamento do Matadouro. Nós temos 45 marchantes que comercializam na feira do Ceape e nós, como representantes deles, estamos indignados com essa atitude do prefeito em fechar o matadouro. O fechamento do matadouro vai fazer com a população de petrolina consuma carne de origem duvidosa”, destacou.

Antônio Batista conta que os feirantes estão sofrendo um drama parecido com o dos marchantes, já que o prefeito Julio Lossio também está pretendendo fechar o Ceape. “Nós, também, estamos sofrendo há cerca de dois meses, com a questão do Ceape. O prefeito quer acabar com o Ceape e por outro lado não está oferecendo uma condição igual ou melhor para os feirantes e permicionários, por isso, estamos dando apoio a esse movimento que é digno e legítimo”, afirmou.

IMG_8647O Marchante Gilberto do Carmo, tem 55 anos de idade e trabalha comercializando carne a, pelo menos, 40 anos, nas feiras livres da cidade. Para ele, foi o prefeito quem deixou o Matadouro ficar abandonado. “Não esperávamos esta ação do prefeito Julio Lossio, não era para ele fazer uma coisa dessas, mas infelizmente  aconteceu. É por isso que eu peço a todos de Petrolina que não nos deixem desamparados. Estamos aqui nessa manifestação por um objetivo, e nós vamos, se Deus quiser, conseguir manter o Matadouro aberto, porque nós não vamos para juazeiro. Vamos continuar insistindo para que o prefeito não feche”, .

IMG_8643Para o Vereador Ronaldo Cancão esse foi um protesto, de muitos outros que virão,  e que essa é uma responsabilidade, um compromisso, que o prefeito tem que assumir. “O problema não é do Ministério Público, é da prefeitura. O prefeito que coloque uma empresa para administrar o matadouro e veja a viabilidade de construir outro. Agora, transferir o abate para juazeiro é retrocesso, é prejuízo para a sociedade petrolinense, porque vai aumentar a clandestinidade na cidade e isso, não queremos para petrolina”, ressaltou.

1 Comentário

  1. elson souza

    21 de janeiro de 2016 em 20:38

    Vamos ganhar essa luta contra esse ditador

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Carreta quebrada na Ponte Presidente Dutra provoca extenso engarrafamento nesta terça-feira (01)

Um extenso engarrafamento ocorre no final da manhã desta terça-feira (01), na Ponte Presid…