Mais de 44 mil estudantes da Rede Municipal de Petrolina iniciam o ano letivo na próxima segunda-feira (14)

Um dos momentos mais especiais para os pais, estudantes e professores da Educação Infantil e do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, da Rede Municipal de Ensino de Petrolina, está prestes a chegar. Aguardado com grande expectativa, o ano letivo de 2022 começa na próxima segunda-feira (14), para mais de 44 mil alunos das Escolas, Cmeis e Novas Sementes. Dentro das unidades, o planejamento pedagógico, organização de documentos, atendimento à comunidade, reparos em salas de aula, refeitórios, banheiros, limpeza de pátio e pinturas foram alguns dos últimos ajustes feitos após o período de férias. As unidades também estão seguindo todas as medidas de biossegurança contra a Covid-19.

Na Escola do Saber várias formações continuadas estão sendo realizadas desde janeiro, com foco no início das aulas e na qualificação de todas as equipes pedagógicas. Para que haja um retorno seguro às aulas presenciais, a Prefeitura de Petrolina realizou um planejamento minucioso, levando em consideração diversos aspectos e particularidades de cada unidade de ensino. Para que tudo ocorra sem imprevistos, as instituições serão monitoradas constantemente na recepção dos estudantes, condução a espaços internos das unidades, distribuição da merenda e no encaminhamento com maior rapidez das demandas apresentadas pelas instituições aos setores responsáveis da Secretaria.

“As unidades educacionais são um lugar seguro desde que os protocolos de segurança sejam seguidos. Por isso, o cumprimento das normas é monitorado de forma constante pela Seduce. Estamos preparados para receber os estudantes, mas com muita cautela e cuidado”, destacou o secretário de Educação, Cultura e Esportes, Plínio Amorim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Em resposta à cobrança de estudante, Guarda Civil Municipal diz que intensificará trabalho de segurança no entorno da Univasf

A Guarda Civil Municipal de Petrolina enviou uma nota em resposta à matéria publicada no b…