Mais de 300 mil pernambucanos deixaram o isolamento rígido em setembro

0

Em setembro, mais de 300 mil pernambucanos deixaram o isolamento social rígido como de medida de restrição à Covid-19, segundo dados da pesquisa Pnad Covid, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta sexta-feira (23). Segundo o órgão, no acumulado entre julho e setembro, 600 mil pessoas pararam com a medida no Estado.

Eram 2,1 milhões de pernambucanos, equivalente a 22,9% da população, em isolamento rígido em agosto. O número caiu para 1,8 milhões em setembro (19,7%). Caiu também o número de pessoas que ficaram em casa e só saíram para casos de necessidades básicas: de 3,9 milhões em agosto para 3,7 milhões em setembro.

A pesquisa ainda aponta que, em setembro, 255 mil pernambucanos, cerca de 2,1% da população, não adotaram qualquer medida de restrição contra o novo coronavírus. O número subiu em relação a agosto, quando o percentual era de 1,8%.

O número de pessoas que reduziram o contato, mas continuaram saindo de casa também subiu, acrescenta o IBGE: de 3,1 milhões (33,2%) para 3,5 milhões (37,4%).

Recortes da pesquisa

Os homens seguem sendo maioria entre os que não adotam nenhuma medida de restrição. A diferença para as mulheres, no entanto, diminuiu. As mulheres ficam mais tempo em casa: 45,9% das mulheres só saiu de casa por necessidades básicas, contra 32,9% dos homens.

A faixa etária que mais cumpriu as medidas de distanciamento social pelo terceiro mês seguido foi a de 0 a 13 anos, em que 52,9% das pessoas com esse intervalo de idade ficou rigorosamente isolado, seguido pelas pessoas de 60 anos ou mais, com 27,4%. Na faixa etária de 30 a 49 anos, somente 4,2% das pessoas adotou isolamento rigoroso.

Em setembro, houve um aumento no percentual tanto de idosos quanto de crianças de 0 a 13 anos que ficaram em casa e só saíram em caso de necessidade básica em Pernambuco. Para a população de 60 anos ou mais, a proporção passou de 50,6% para 60,1% em setembro; já entre as crianças, os números passaram de 32,2% para 32,7%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Covid-19: Petrolina (PE) tem 148 curas, 118 casos novos da covid-19 e registra um óbito nesta sexta (4)

O boletim epidemiológico da Prefeitura de Petrolina desta sexta-feira (4) registra 148 cur…