Os cientistas Adolpho Lutz e Astrogildo Machado, do então Instituto Oswaldo Cruz (IOC), visitaram o rio São Francisco, em 1912, para investigar as condições de saúde da população da região. Pouco mais de 100 anos depois, pesquisadores da Fiocruz refizeram a expedição usando como guia as fotografias produzidas pelos desbravadores do IOC. O resultado é o documentário ‘Saúde! Velho Chico’, dirigido por Stella Oswaldo Cruz Penido, da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), e Eduardo Vilela Thielen, do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz).

Com 52 minutos de duração, o filme documenta as mudanças ambientais sofridas pelo rio desde o início do século XX até os dias atuais. A obra chega no MIS Cine Santa Tereza, em Belo Horizonte, no dia 19 de dezembro de 2018, quarta – feira, às 17h. (CBHSF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): No boletim epidemiológico desta segunda-feira (18), cidade registrou 20 novos casos e um novo óbito

Juazeiro (BA) registrou 20 novos casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas. A informa…