Maio tem aumento de homicídios no Sertão de Pernambuco redução de 11% em todo o estado; entenda

Maio teve uma redução de 11,6% nos índices de Mortes Violentas Letais (MVIs).

É o que aponta, neste sábado (15), o balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Defesa Social (SDS).

Segundo o Governo de Pernambuco, esse foi “o melhor mês da série histórica dos últimos 20 anos”.

Esses dados fazem referência a casos de homicídios, feminicídios, latrocínios, lesão corporal seguida de morte e mortes por intervenção de agentes do estado.

E maio deste ano, foram 266 mortes violentas, contra 301, no mesmo mês de 2023.

Na capital pernambucana, a SDS também constatou a redução de mortes violentas durante o mesmo mês.

Em maio, dos 266 mortes violentas, 180 tiveram como motivação a atividade criminal, ou seja, 68%.

Na Região Metropolitana do Recife (RMR) esse percentual é de 75%.

De janeiro a maio de 2024, 73% das vítimas tinham envolvimento com atividade criminal, na RMR esse percentual é de 83%.

Detalhando o número de MVIs no quinto mês de 2024, a maior redução aconteceu na capital.
Foram 34 casos em maio deste  ano, representando 32% de redução comparado ao mesmo mês de 2023 que registrou 50 ocorrências.
No restante da RMR, a diminuição foi de 15,3%, caindo de 98 (2023) para 83 (2024). O Agreste finaliza maio deste ano com uma redução de 11,3%, passando de 62 casos (2023) para 55 (2024).
Já o Sertão teve o aumento de um caso, saindo de 39 (2023) para 40 ocorrências este ano. Por fim, a Zona da Mata também apresentou variação de 2 casos, saindo de 52 (2023) para 54 (2024).
Fechado para comentários

Veja também

Juazeiro (BA) é a quinta cidade mais violenta do Brasil, aponta Atlas da Violência

Dos 10 municípios brasileiros com as maiores taxas de homicídios por 100 mil habitantes em…