Macas do Samu de Juazeiro (BA) estão retidas nos hospitais da região em decorrência da superlotação

Os prejuízos causados ao atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegaram ao ponto crítico. Nesta quinta-feira (22), todas as 15 macas utilizadas pelo serviço estão retidas nos hospitais da região. A Prefeitura de Juazeiro, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), já comunicou a situação ao Conselho Regional de Medicina (Cremeb), à Central de Regulação Interestadual de Leitos (CRIL) e ao Ministério Público.

“Estamos, desde o inicio da semana, enfrentando problemas com a retenção das nossas macas, que estão sendo utilizadas como leitos improvisados nas unidades hospitalares que estão superlotadas. Pedimos a compreensão da população e garantimos que estamos em contato constante para resgatar as macas nos hospitais”, disse o coordenador médico do Samu de Juazeiro, Franclen Rusvell.

O coordenador informa que o Corpo de Bombeiros pode ser acionado em caso de acidentes de trânsito. “A população pode solicitar o apoio dos Bombeiros, por meio do 193, para socorro de vítimas de acidentes e os profissionais do Samu estão à disposição para orientações médicas por telefone”, explicou.

Fechado para comentários

Veja também

Sertão do São Francisco: Faz calor nessa quarta-feira

A previsão para essa quarta-feira (24) é de calor em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). Os te…