Oito dias após as eleições municipais cercadas de cuidados e protocolos para evitar novas contaminações pelo novo coronavírus, o prefeito e o vice-prefeito eleitos da cidade de Lajedo, no Agreste de Pernambuco, distante cerca de 173 km de Recife, deram uma demonstração de desrespeito as leis, ao bom senso e aos próprios eleitores.

Enquanto que o protocolo estipulado pelo governo de Pernambuco rege que eventos públicos não podem ultrapassar o número de 300 pessoas ou 50% da capacidade do espaço, de acordo com a etapa 11 do Plano de Convivência com a Covid-19, o prefeito eleito Adelmo Duarte, do PSD, e o vice-prefeito eleito Erivaldo Chagas, do DEM, realizaram uma festa para comemorar a vitória em via pública digna de um carnaval fora de época, com milhares de pessoas aglomeradas e a maioria sem máscaras.

O show realizado pelo cantor Zé Vaqueiro neste domingo (22) arrastou uma multidão impossível de contabilizar e deixou um rastro de sujeira no local da festa. Contagiado pelos hits do artista o vice-prefeito eleito, de camisa clara, se destacava dançando no palco.

A assessoria do candidato eleito informou que a festa não foi realizada por ele e sim por empresários amigos. Ainda segundo a assessoria, ele esteve presente como forma de agradecimento, mas fez uso de máscara e distanciamento social. Também de acordo com a assessoria, foi disponibilizado álcool em gel e recomendado o uso de máscaras de proteção no local. (Com informações do Blog Waldiney Passos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pesquisa revela que cerca de 4 milhões de pessoas abandonaram os estudos no País durante a pandemia

Em 2020, ano marcado pelo novo coronavírus, quarentena e interrupção de aulas presenciais,…