Justiça suspende resultado da eleição da OAB Pernambuco

A justiça Federal determinou  na quarta-feira (15) a suspensão dos efeitos da eleição da ‘OAB Pernambuco’ realizada no dia 16 de novembro, e que  elegeu, para  para o triênio 2022 e 2024,  a chapa de situação “OAB Mais Unida” composta por Fernando Ribeiro e Ingrid Zanella.

De acordo com a ação judicial, houve existência de práticas graves e reiteradas de abuso de poder econômico, político, dos meios de comunicação social e demais irregularidades praticados pela chapa ‘OAB Mais Unida’.

A ação também  alega que houve a disponibilização de 2.900 bolsas de pós-graduação no valor individual de R$ 4.356,00  no curso do período eleitoral (com antecipação dos resultados para a semana das eleições.

 Como foi proferida em primeira instância, a determinação pode ser revogada mediante recurso. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Caso Beatriz: após transferência de presídio, custódia de Marcelo da Silva ficará sob responsabilidade da justiça de Recife (PE)

Suspeito do assassinato da menina Beatriz, Marcelo da Silva foi transferido para o presídi…