Justiça decreta prisão preventiva de assassino de dançarina de funk na Baixada Fluminense

dancarina

A Justiça do Rio decretou, nesta sexta-feira (17), a prisão preventiva de Milton Severiano Vieira, de 32 anos, que confessou ter assassinado a noiva, a dançarina de funk Cícera Alves de Sena, de 29 anos, conhecida como Amanda Bueno. Amanda foi morta com tiros de pistola e espingarda na cabeça, após uma discussão violenta com Milton, nesta quinta-feira (16).

Amanda é ex-integrante dos grupos “Gaiola das Popozudas” e “Jaula das Gostozudas”. O casal tinha ficado noivo quatro dias antes do crime. Segundo a polícia, a briga teria sido motivada por ciúmes. Amanda foi morta na casa onde os dois moravam, no bairro da Posse, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense. (Rádio Globo).

Fechado para comentários

Veja também

Homem é morto a tiros no bairro Tabuleiro, em Juazeiro (BA)

Um homem foi assassinado a tiros neste sábado (15), no bairro Tabuleiro, em Juazeiro (BA).…