Juazeiro (BA): Prefeitura busca alternativas para permissionários do Mercado Joca de Souza Oliveira

A obra do tradicional Mercado Joca de Souza Oliveira foi o foco principal de uma reunião em Juazeiro, nesta segunda-feira (1º). Na ocasião, o diretor-presidente da Autarquia Municipal de Abastecimento (AMA), Britoaldo Alves Bessa, o superintendente de Feiras e Mercados, Zé Carlos Medeiros e o diretor administrativo da AMA, Alexandro Silva, popular Alex do Joca, dialogaram com permissionários do mercado, que estão provisoriamente trabalhando em frente ao Estádio Adauto Moraes.

Na oportunidade, a Autarquia municipal de Abastecimento se colocou à disposição dos comerciantes do mercado que devem ainda continuar no local, sem data prevista para receberem de volta o mercado.

O diretor-presidente da AMA, Britoaldo Alves Bessa, informou que não irá se omitir e se colocou à disposição dos comerciantes do mercado para debater e estreitar laços em busca de melhorias para o mercado. E adiantou que essa semana, a AMA irá se reunir com os responsáveis da KR Engenharia, responsável pela reforma do Mercado Joca de Souza Oliveira, oportunidade em que será cobrada uma posição oficial sobre a finalização da obra.

Alternativas

Diante desse quadro, o superintendente Zé Carlos Medeiros discutiu quais seriam as alternativas para os comerciantes – permanecerem no espaço ou serem removidos para outro espaço. Ele propôs que uma das saídas para que Juazeiro recupere um pouco do espaço perdido no segmento de feiras e mercados seria a revitalização total de toda a região do bairro Alto da Maravilha, transformando aquela área no centro comercial de feiras e mercados.

A ideia é levar os vendedores do mercado informal para aquela área, revitalizando e reformado o mercado Arnaldo Viera do Nascimento, investindo na feira coberta.

Além disso, a proposta se estende à revitalização da chamada ‘feira do rolo’ e à transformação da área de feira no Alto da Maravilha em um terminal de transporte alternativo, que contaria com todo o aparato público, sob a gestão da prefeita Suzana Ramos. Para Medeiros, isso daria maior fluidez ao trânsito, aumentaria a quantidade vagas de estacionamentos na região central, fortalecendo o comércio local, e os permissionários ganhariam com o grande fluxo de pessoas.

Decisão dos permissionários

No entanto, a maioria dos permissionários decidiu continuar em frente ao Estádio Adauto Moraes. Ficou acertado que uma comissão dos comerciantes irá apresentar algumas demandas e ideias à direção da AMA, para melhorar o fluxo de clientes na área hoje cercada em frente ao estádio.

A direção da autarquia se dispôs a viabilizar as demandas dos permissionários, mas lembrou que será cobrada a responsabilidade de cada um, incluindo a assinatura do termo de responsabilidade dos comerciantes que ali trabalham.

Britoaldo Alves Bessa e Zé Carlos Medeiros afirmaram que a prefeita Suzana Ramos deseja investir massivamente na recuperação desse segmento em Juazeiro, tirando feiras e mercados do atual quadro de decadência em que se encontram.

Estavam também presentes na reunião José Alves, administrador do Mercado Joca de Souza Oliveira e o vereador Gledson Azevedo. (ascom)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Após superlotação, Miguel Coelho negocia abertura de novos leitos de UTI para covid-19 em Petrolina (PE)

O prefeito Miguel Coelho fez um novo pronunciamento, nesta quinta (04), sobre a situação d…