Juazeiro (BA): Justiça condena duas pessoas pela morte do estudante Diogo Lira

A Justiça condenou na segunda-feira (21),  dois homens pela morte do estudante Diogo Lira, 16 anos, ocorrida em  setembro de 2018, no Rio São Francisco, em Juazeiro (BA). O julgamento  foi realizado  no Fórum Conselheiro Luiz Viana e durou 11h. 

A vítima morreu afogada durante um passeio de caiaque,  com os amigos, no Rio São Francisco. O dono da locadora de caiaques e um funcionário foram  denunciados pelo MP-BA  pelo crime.

Os dois réus, proprietário e funcionários foram condenados  em Júri Popular por homicídio simples com penas de 6 e 8 anos, respectivamente.  Os dois vão  cumprir as penas em regime semiaberto.

 Relembre o caso

De acordo com testemunhas,  o estudante alugou um caiaque e fazia a travessia sentido Orla II x Ilha do Fogo quando  foi surpreendido pelo funcionário da locadora.

Testemunhas afirmam que o homem tomou a embarcação e o colete,  a pedido do proprietário,  e deixou a vítima no meio do rio.

 Um amigo de Diogo, que estava no momento do afogamento,  disse que  o funcionário em questão estava irritado com o excesso de passageiros e pelo tempo limite já excedido.

O amigo   relatou que conseguiu nadar  até a margem do rio. Diogo, que não tinha costume de nadar, acabou morrendo afogado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Portaria dispensa uso de máscara nas unidades do INSS

Foi publicada nesta terça-feira (24), no Diário Oficial da União, a portaria que dispensa …