Juazeiro (BA): Com dezenas de festas clandestinas em chácaras, polícia militar para show do cantor Kevi Jonny com todos os protocolos da Covid-19

A Polícia Militar interrompeu na noite de segunda-feira (06) o show do cantor  Kevi Jonny, em Juazeiro (BA). A informação foi divulgada pelo próprio cantor que se apresentaria em um evento organizado por uma loja de roupas masculinas.

Segundo informações, a festa teve autorização da Prefeitura Municipal, mas o motivo da interrupção teria sido por conta do decreto do Governo do Estado, que  proíbe a realização de shows, festas, públicas ou privadas, e afins, independentemente do número de participantes, até o dia 10 de setembro.

O contratante do evento demonstrou revolta com o ocorrido ao afirmar que todos os protocolos sanitários de combate a Covid-19 foram adotados como distanciamento de mesas, testagem e exigência da carteira de vacinação.

“Meu evento foi travado antes de finalizar, não me escondi das autoridades como vem ocorrendo com donos de bares que adotam festas clandestinas com aglomeração, um absurdo isso. Tenho meu alvará em dias, graças a Deus a maioria entendeu e vamos remarcar a data, porém outros não, não pagaram consumo, esse decreto é muito contraditório, são pessoas de famílias, trabalhadores envolvidos e ninguém é criminoso para ser tratado dessa forma”, declarou o contratante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco notifica mais 1.023 casos e 14 mortes por Covid-19

Pernambuco registrou, nesta sexta-feira (24), mais 1.023 casos de Covid-19, segundo balanç…