Juazeiro: Após acusação de mandar matar ex-coordenador da Defesa Civil, diretor do SAAE afirma que é armação política de adversários

0

Desde a noite de ontem (25), o nome do diretor do Serviço de Água e Saneamento Ambiental (Saae) de Juazeiro (BA), Joaquim de Medeiros Neto, está entre os assuntos mais comentados no Vale do São Francisco e na Bahia.

Isso porque Neto  é acusado pelo Ministério Público do Estado (MP-BA) como mandante da morte do ex-coordenador da Defesa Civil, Adalberto Gonzaga.

Segundo informações, o crime aconteceu no dia 23 de fevereiro de 2017  e teria o envolvimento de dois suspeitos identificados como  David Roger Paixão Reis e Gabriel Gomes Amaral.

Informações dão conta de que a dupla, que também já foi denunciada pelo MP, abordou a vítima na residência dela, no bairro de Piranga, efetuou vários disparos de arma de fogo e fugiu numa moto.

Em nota, o Joaquim de Medeiros afirma que vai provar a inocência e que este ‘boato’, espalhado por um radialista “notório inimigo político nosso e já condenado por calúnia e difamação”, será esclarecido e levado à justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Acusado de cometer homicídio em Petrolina (PE) é preso em Feira de Santana (BA)

Na tarde de segunda-feira (23), Policiais Civis da Delegacia de Polícia de Feira de Santan…