Jovem que sobreviveu à chacina na Bahia morre após 13 dias internado

O adolescente, de 12 anos, que havia sobrevivido à chacina que matou nove pessoas em Mata de São João, no Litoral Norte da Bahia, veio a óbito na tarde do domingo (10). O garoto estava internado no Hospital Geral do Estado (HGE) em Salvador em estado grave desde 28 de agosto, dia da chacina.

Segundo a TV Bahia, o corpo de Railan foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Não há informações sobre o velório nem sepultamento da vítima. No dia dos crimes, o garoto se escondeu debaixo de uma cama e não foi visto pelos criminosos.

Com vários ferimentos pelo corpo, ele ainda conseguiu fugir de casa e se abrigar no imóvel de duas mulheres vizinhas, que também foram mortas pelos atiradores. Conforme a Polícia Civil, as mortes teriam como motivo crime passional. Um dos atiradores desconfiava que a namorada ainda mantinha relação com o ex dela, que foi o principal alvo dos acusados.

 

 

Fechado para comentários

Veja também

Coluna Literária do Domingo

Há dor que mata a pessoa Sem dó nem piedade. Porém, não há dor que doa Como a dor de uma s…