“Independência das universidades é importante”, diz escolhido para o MEC

0

Atual secretário de Educação do Paraná novo ministro da área, o economista Renato Feder defendeu, em entrevista ao Correio, a independência das universidades federais e disse que o papel do governo deve ser o de apoiá-las para que ofereçam um melhor ensino.

O ex-responsável pelo Ministério da Educação (MEC) Abraham Weintraub fazia muitas críticas às universidades. Ao ser perguntado sobre qual sua visão sobre a relação entre o ministério e as instituições de nível superior, Feder, que conversou com o Correio na semana passada, após encontro com o presidente Jair Bolsonaro, disse: “A visão é que o MEC deve apoiá-las. As universidades têm independência, que é muito importante”.

Para Feder, o papel das universidades é formar bons profissionais e cabe ao MEC auxiliá-las nessa tarefa. “O conteúdo precisa ser passado, esse é o papel das universidades e ao MEC cabe o papel de auxiliar nisso. Ver o que está dando certo e o que a universidade precisa para que ela sempre possa melhorar, crescer e dar um aprendizado melhor para os jovens que estudam lá. O MEC tem de construir com a universidade sempre e auxiliar no que ela entende ser necessário para que o aprendizado seja melhor”, defendeu.

O economista deve ser confirmado ainda nesta sexta-feira para comandar o MEC. Bolsonaro tomou a decisão após descartar Carlos Decotelli, que teve informações que constavam em seu currículo questionadas por instituições de ensino nacionais e estrangeiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Vereador Aero Cruz comemora mudança de vida dos permissionários do Centro Gastronômico Iracy Sobral em Petrolina

As barracas improvisadas e o esgoto a céu aberto que abrigavam comerciantes no centro de P…