Incêndio atinge segunda escola indígena Pankararu no Sertão do estado

Menos de um mês depois do último caso, um novo imóvel localizado nas terras do povo Pankararu voltou a sofrer um incêndio. A Escola Estadual Indígena José Luciano, localizada na aldeia Caldeirão, em Jatobá, foi atingida pelas chamas na madrugada desta quarta-feira (26). Pelo menos duas salas foram atingidas. Esse é a segunda unidade educacional localizada em terras indígenas que foi alvo de incêndio nos últimos dois meses, em Pernambuco. A suspeita é de ação criminosa.

De acordo com informações de testemunhas, o fogo começou por volta das 1h30. “O pessoal ainda tentou apagar o fogo com balde d’água, mas não conseguiram. Perdemos cadeiras, mesas, material escolar. O teto das duas salas atingidas caiu”, comentou uma pessoa da comunidade que preferiu não se identificar, com medo. “O pessoal já estava em um esquema de vigília, pelo que havia acontecido na aldeia Bem Querer. Mas parece que eles sempre escolhem datas estratégicas”, complementou.

O caso está sendo investigado pela Polícia Federal em Salgueiro, que irá instaurar um inquérito para apurar as circunstâncias do ocorrido. Peritos estiveram no local da ocorrência, mas a Polícia Federal afirmou que dará detalhes sobre os rumos da investigação. A Secretaria de Educação do Estado (SEE) lamentou o ocorrido e informou que uma equipe avaliou a situação da unidade de ensino. Em nota, o órgão esclarecer que tomará as medidas cabíveis. “A Gerência Regional de Educação Submédio São Francisco enviou uma equipe nesta manhã para avaliar a situação da unidade e tomar as medidas cabíveis. Um boletim de ocorrência foi registrado, e o caso está sendo investigado pela polícia”, respondeu. (DP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Prefeito Miguel Coelho recebe primeira dose da vacina contra Covid-19

Nesta terça-feira (03), foi iniciada uma nova etapa da vacinação contra Covid-19 em Petrol…