Improbidade administrativa: Justiça pede suspensão dos direitos políticos em até oito anos da ex-prefeita de Afrânio

0

A  ex-prefeita de Afrânio (PE), Lúcia Mariano recebeu ação contra a prática de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público de Pernambuco, direcionadas pelo Tribunal de Contas do Estado.

Segundo informações do processo, foram constadas irregularidades no exercício financeiro de 2014 e limite de despesa com pessoal em 2013, ou seja, a contratação de funcionários temporários de forma ilegal

O processo diz ainda que os atos cometidos pela ex-prefeita lesionam o patrimônio público e sendo assim, o Ministério Público pede que a mesma seja condenada a pagar pelos custos e danos podendo ter por oitos os seus direitos políticos suspensos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Veículos colidem no bairro Atrás da Banca em Petrolina

Uma forte colisão entre dois carros foi registrada na tarde desta terça-feira, (15), na Ru…