HSBC anuncia saída do Brasil e demissão de 50 mil empregados

0

hsbc2

O banco britânico HSBC informou que encerrará duas atividades no Brasil e na Turquia e demitirá cerca de 50 mil funcionários em todo o mundo. O anúncio foi feito nesta terça-feira (9), em comunicado à Bolsa de Valores de Hong Kong, e faz parte do novo plano estratégico que visa reduzir os custos em US$ 5 bilhões. Com a decisão, cerca 10% de seus empregados – entre 22 mil e 25 mil pessoas – serão demitidas das filiais ao redor do planeta, além dos 25 mil que serão dispensados das agências brasileiras. Em Petrolina, funcionários já estão preocupados, e a qualquer momento eles poderão ser demitidos, já que nos estados de Alagoas, Bahia e Paraíba, as portas já foram fechadas.

Segundo o The New York Times, a empresa cortou outros 37 mil empregos entre 2011 e 2014.O banco britânico é hoje o sexto maior em ativos no Brasil, focado em clientes de alta renda, além de ter a financeira Losango, que financia compras na agência de turismo CVC e nas lojas Hering e Colombo. Os planos agora são se desfazer da financeira – à venda há quatro anos com um valor considerado muito alto -, manter apenas o atendimento a grandes empresas e acelerar os investimentos na Ásia, com foco na China e no sudoeste do continente. Além disso, deve aumentar investimentos nas operações no México e Estados Unidos.

Especulações de que o HSBC sairia do país aumentaram em março, após a divulgação de um prejuízo líquido de R$ 549 milhões em 2014 no país. Além disso, uma série de escândalos sobre sonegação de impostos que teriam sido favorecidas por sua filial na Suíça, a Swissleaks, prejudicou a imagem da companhia no Brasil e no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Bolsonaro diz que deve decidir valor do auxílio emergencial até sexta-feira

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na noite desta terça-feira (25/8), que poderá decidir…