Hospital Universitário de Petrolina suspende visitas a UTI e sala de Emergência e promove encontros online

O Hospital Universitário precisou restringir o fluxo de pessoas na unidade para proteger seus pacientes e colaboradores de contaminações pelo coronavírus. Entre as medidas tomadas, foram suspensas as visitas aos internados em setores como a UTI e a sala de Emergência.

Para diminuir os impactos emocionais causados nos pacientes pelo afastamento provisório de seus familiares, a Equipe Multiprofissional do HU começou a promover encontros virtuais através de tabletes. O principal objetivo é manter o vínculo entre a pessoa internada e sua rede de apoio social durante o internamento.

De acordo com a Terapeuta Ocupacional do HU, Iara Góes, com a visita remota é possível manter parte da rotina diária do paciente, mesmo que de forma adaptada. “O contato do paciente com o familiar pode reduzir os níveis de estresse, e fortalecê-lo nesse momento do adoecimento, além de contribuir para a manutenção de capacidades cognitivas relativas à sua biografia e a sua identidade pessoal”, comentou.

Os psicólogos e terapeutas ocupacionais da unidade avaliam alguns aspectos relacionados aos participantes da visita online como: a capacidade do paciente para a comunicação, seu estado psíquico e emocional, como também o próprio desejo em realizar o encontro virtual. A equipe também está atenta em manter a higienização dos equipamentos para evitar contaminações.

A estudante de Engenharia Agronômica Raiz Tamarini de Oliveira, visitou o seu pai virtualmente e apoiou a iniciativa dos profissionais. “Mesmo tendo total confiança no atendimento dado no hospital, a gente tem a necessidade de ver como ele está, de dizer que vai ficar tudo bem, e sei que ele sente saudades também. Então foi muito reconfortante vê-lo, mesmo que a distância”, contou.

A princípio, apenas os pacientes da UTI estão participando das visitas remotas, mas os colaboradores estão se organizando para ampliar a ação para todo o HU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Mãe procura por filho desaparecido há 6 dias em Petrolina (PE)

Um adolescente de 14 anos de idade, identificado como João Vitor Reis da Silva,  está desa…