Hospital Dom Malan em Petrolina (PE) realiza a primeira broncoscopia pelo SUS; entenda

O Hospital Dom Malan em Petrolina, no Sertão de Pernambuco realizou esta semana a primeira broncoscopia pediátrica pelo Sistema Único de Saúde. A broncoscopia é um exame de diagnóstico para avaliar a traqueia e os brônquios. A broncoscopia é feita através da introdução na boca ou no nariz de um tubo, designado broncoscópio que possui na sua extremidade uma câmara de vídeo e uma fonte de luz fria. Este instrumento permite ao médico examinar diretamente as vias respiratórias.

A criança atendida estava na lista Central de Regulação Interestadual de Leitos (CRIL) para retirada de um corpo estranho em vias aéreas inferiores, como relatou o médico que fez parte da equipe do HDM para o exame. “O paciente estava regulado para Recife, porém uma mãe cadeirante e sem condições de ir com a criança, motivou a equipe para realização do procedimento aqui. Falamos com um hospital parceiro para disponibilizar o equipamento, porque esse exame mostra o potencial do nosso serviço, ” relatou o médico Thiago Paixão.

Quatro médicos, incluindo o anestesista e dois enfermeiros participaram do procedimento pioneiro no HDM que é administrado pelo Instituto Social Medianeiras da Paz (ISMEP). Os médicos cirurgiões Sidney Lemos e Thiago Paixão, a pediatra Maria Claúdia, o anestesista Pedro Gomes Moura e os enfermeiros Paulo Roberto e Mariana Sá.

O Hospital atende pacientes de 53 municípios na Rede PEBA (dos hospitais de Pernambuco e Bahia).

Indicações para o exame

A broncoscopia diagnóstica pode ser aconselhada quando há emissão de sangue através das vias respiratórias (por exemplo, expectoração raiada de sangue), quando estão presentes alterações na radiografia ou na TAC torácica, nas situações de tosse persistente sem causa esclarecida, para rever achados de endoscopias respiratórias realizadas anteriormente.

O exame também pode ser usado com o objetivo de esclarecer dúvidas surgidas noutros exames, ou então para colheita de produtos: aspirado brônquico, no caso de suspeita de tuberculose, pneumocistose ou outras infeções pulmonares.

O broncoscópio pode também acoplar alguns instrumentos cirúrgicos, permitindo efetuar ao médico alguns procedimentos. A bronoscopia terapêutica (usada como tratamento) está indicada quando há necessidade de se aspirar secreções espessas que condicionam atelectasias, para remoção de corpos estranhos e para redução ou remoção de tumores com crescimento endotraqueal ou endobrônquico. Embora nestas últimas indicações a broncoscopia rígida seja mais utilizada. Para além das indicações atrás apresentadas para a broncoscopia pulmonar, esta técnica pode também ser usada noutras patologias pelo médico broncoscopista.

Fechado para comentários

Veja também

Vacinação no Brasil: nova plataforma facilita o acesso a informações sobre cobertura vacinal

Indicadores de taxa de cobertura vacinal são importantes para a implementação de ações coo…