Grito dos Excluídos e ato “Fora Bolsonaro” será realizado no dia 7 de Setembro em Petrolina (PE)

Na próxima terça-feira,   dia 7 de setembro será realizado no bairro João de Deus, em Petrolina (PE), o  Grito dos Excluídos e Excluídas e o ato “Fora Bolsonaro. A manifestação,  que faz parte da agenda nacional, está em sua 27ª edição, e este ano tem como lema “Na luta por participação popular, saúde, comida, moradia, trabalho  e renda”.

A programação prévia inicia no sábado (4)  às 8h com  panfletagem na Feira Cohab Massangano. No  dia seguinte, domingo, (5)   a panfletagem continua às 8h na Feira do João de Deus. Já na segunda-feira,  dia  (6)  será realizado o Pré-Grito a partir das 8h na Praça do Bambuzinho, no centro de Petrolina.

Na terça, 7 de setembro os manifestantes se reúnem às 6h  para o café da manhã “cuscuz coletivo”.   A concentração   para o grande ato acontece às 8h  na Praça da Juventude, no bairro João de Deus, em Petrolina (PE), onde o protesto, que  tem apoio de 27 entidades, associações e coletivos será realizado. “escolhemos o bairro em reunião por conta que é um bairro populoso, um bairro da classe trabalhadora de Petrolina”, afirmou o presidendo DCE- Univasf, Bruno de Melo.

Representantes do ato reforçaram o convite durante participação no programa Edenevaldo Alves  (Petrolina FM), nesta sexta-feira (03). “convocamos todas as pessoas que não aceitam essa situação para lutar em favor de um Nova Realidade”. Baixe o cartaz aqui 

Confira as entidades que apoiam o protesto: 

Movimento Fé e Vida;
Associação Raízes;
ASCQUIMI – Arculação Municipal dos Quilombolas de Mirandiba/PE;
CEBI – Centro de Estudos Bíblicos;
Missão Anglicana São Francisco / Igreja Episcopal Anglicana do Brasil;
Frente Brasil Popular – Petrolina;
Coordenação Regional de Arculação das Comunidades Quilombolas do Sertão do
São Francisco;
Mandato Coletivo/Vereador Gilmar Santos (PT);
Mãos Solidárias Petrolina;
Dep. Dulcicleide Amorim PT;
Odacy Amorim PT;
MST – Movimento dos Trabalhadores sem Terra;
MTC – Movimento de Trabalhadores Cristãos;
ONG Cores Movimento de Defesa da Cidadania e do Orgulho LGBT+;
Pardo Unidade Popular – UP;
PT – Pardo dos Trabalhadores/Petrolina;
PC do B/Petrolina;
Sinasefe IF Sertão PE;
SINERGIA BA – Sindicato dos Eletricitários da Bahia;
SINTEPE – Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras em Educação de Pernambuco;
Recanto Madre Paulina;
União da Juventude Rebelião;
Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares;
DCE – Univasf;
UESP – União dos Estudantes Secundaristas de Petrolina;
União da Juventude Comunista (UJC);
Sindunivasf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

ACM Neto diz que “o povo de Juazeiro (BA) gostaria de ter um prefeito igual ao de Petrolina (PE)”

O presidente Nacional do DEM, ACM Neto, durante discurso em ato de filiação de Miguel Coel…