Governo de Pernambuco autoriza municípios que têm estoque a reduzir para 60 dias prazo de aplicação da 2ª dose de Pfizer

O governo de Pernambuco autorizou a redução para 60 dias do período de aplicação da segunda dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19. A permissão é exclusiva para as cidades que tiverem doses estocadas para a segunda aplicação, segundo o secretário estadual de Saúde, André Longo.

A bula da Pfizer, aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), prevê que o intervalo entre as duas doses seja de 21 a 90 dias.

Em Pernambuco, até então, o esquema adotado era de três meses entre as aplicações, seguindo orientação do Ministério da Saúde.

Em 25 de agosto, o Ministério da Saúde anunciou que, a partir de setembro, o intervalo entre as doses da Pfizer e da AstraZeneca poderia ser reduzido de 12 para oito semanas.

“Os municípios estão autorizados a diminuir, para os que tem estoque de Pfizer específico para segunda dose. Nosso comitê técnico estadual referendou essa decisão e não há porque aguardar mais 90 dias. Isso é para ampliar o número de pessoas com esquema vacinal completo, principalmente nesse momento de circulação da variante delta no país”, afirmou André Longo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco tem 191 casos da Covid-19 e sete óbitos em 24h

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta segunda-feira (27), 191 casos da …