Golpes na internet prometem liberação imediata do auxílio emergencial

Um golpe veiculado nas redes sociais tem usado o auxílio emergencial do Governo Federal como pano de fundo para roubar dados através de sites maliciosos. Os links, compartilhados através do WhatsApp e do Facebook, prometem o desbloqueio imediato do benefício para pessoas que apresentaram pendências no cadastro e coletam dados pessoais das vítimas.

O golpe começa com uma mensagem que informa que a pessoa pode desbloquear o auxílio emergencial imediatamente. Para isso, as vítimas são levadas a um site que solicita informações pessoais como nome, data de nascimento, CPF e informações relacionadas à conta bancária da vítima. De acordo com a Polícia Federal (PF), os golpistas podem, com os dados fornecidos, clonar o WhatsApp das vítimas e, em alguns casos, abrir contas correntes em bancos virtuais para conseguir acesso a cartões de crédito e cheque especial.

Com os dados, os criminosos também podem abrir empresas fantasmas, fazer compras pela internet ou instalar programas maliciosos nos celulares e computadores para ter acesso aos dados e arquivos contidos no dispositivo. Para passar uma imagem de credibilidade, os golpistas usam as logomarcas do Governo Federal e da Caixa Econômica Federal.

Caso a vítima forneça os dados, o site informa que uma mensagem (SMS) será enviada com a confirmação da liberação em até cinco minutos. A vítima também é incentivada também a compartilhar o link malicioso com outros contatos do WhatsApp.

De acordo com a Polícia Federal, somente a Caixa Econômica Federal e a Dataprev podem fazer a avaliação, aprovação e desbloqueio dos cadastros das pessoas que tem direito ao benefício. Ainda segundo a PF, o link começou a circular na semana passada e foi retirado do ar; entretanto, os usuários das redes sociais devem ficar atentos à golpes semelhantes, já que programas de auxílio financeiro por parte do governo, FGTS, 13º salário, PIS, costumam ser utilizados como isca para os golpes. (Folha PE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA) registra três óbitos e 59 novos casos da Covid-19 nesta terça (11)

De acordo com o levantamento, 14.011 moradores foram infectados desde o início da pandemia…