Gerente de academia é preso com duas tornozeleiras: uma do Maranhão e outra do Piauí

A Polícia Civil do Maranhão (PCMA) prendeu em Timon (MA), um homem de 27 anos que, curiosamente, usava duas tornozeleiras eletrônicas, monitoradas pela Justiça dos estados do Maranhão e do Piauí.

De acordo com o delegado Cláudio Mendes, da 2º DP de Timon, encontrar presos usando duas tornozeleiras eletrônicas é “raro”.

Acusado de roubo majorado, o preso foi condenado a 15 anos de reclusão. Segundo a polícia, ele e mais dois comparsas teriam furtado residências, principalmente chácaras, com armas de fogo.

O delegado ainda informou que o homem responde a inúmeros processos em Teresina, capital piauiense, e em Timon, cidade maranhense que faz divisa com o Piauí, por roubos a casas.

Participaram da ação para cumprir o mandado de prisão condenatória os agentes da 2º DP de Timon.

A polícia afirmou que o preso ocupava o cargo de gerente de uma academia de musculação, em Timon, e é estudante de ciências contábeis na Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

Mais informações sobre a identidade do jovem não foram reveladas pela PCMA.

No momento, o homem deve ser encaminhado para uma unidade prisional da região para iniciar o cumprimento da sentença.

Fechado para comentários

Veja também

Exclusivo Caso Beatriz: Lucinha Mota participará do programa ‘Encontro’ da Rede Globo nessa sexta-feira (19)

Lucinha Mota, mãe da garota Beatriz Angélica estará ao vivo no programa ‘Encontro co…