Furto de água é identificado em imóvel de grande porte em Petrolina

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) identificou, na tarde do dia 2 de janeiro, mais um caso de furto de água em Petrolina. A fraude foi descoberta em uma residência de grande porte, de quase 500 metros quadrados, com uma média de consumo de apenas dois metros cúbicos por mês. O baixo consumo chamou a atenção dos técnicos da Compesa que foram até o endereço, no bairro Jardim Guararapes, na Zona Oeste da cidade para realizar as vistorias e análises necessárias.

A equipe técnica confirmou as suspeitas de desvio de água. A ligação do by pass (tubulação usada para a passagem da água furtada), que foi construída embaixo de um muro de concreto, foi retirada e os proprietários, notificados. Segundo a gerente em exercício da Unidade de Negócios da Compesa, Nadja Alencar, ainda não foi possível quantificar o volume de água desviada e o período estimado da fraude, assim como o valor do prejuízo financeiro causado à empresa.

Os proprietários pagarão uma multa mediante os cálculos relativos à média do consumo da água desviada.

Em Petrolina, por dia, são identificadas uma média de dez imóveis com irregularidades. Só no ano de 2018, foram mais de mil ocorrências desse tipo registradas em imóveis da cidade. “Utilizamos a tecnologia, análise do consumo a partir da mudança de registros velhos por novos e uma série de medidas para detectar o consumo baixo em imóveis de grande porte e assim conseguir a identificação das fraudes. Os critérios se baseiam, dentre outros, na análise do perfil do imóvel, como número de moradores, área construída, consumo e tipo de construção,” explica a gerente Nadja Alencar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco registra, em 24h, 738 casos e 42 óbitos pela Covid-19

Pernambuco registrou, nas últimas 24 horas, 738 casos da Covid-19. Os dados são do boletim…