Forças de segurança de Pernambuco e Paraíba deflagram operação para combater tráfico de drogas e homicídios

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) e a Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba (SSDS-PB) deflagraram, na madrugada desta sexta-feira (24), a Operação Divisa Integrada, que vai atuar para combater a prática do tráfico de drogas e homicídios na divisa dos dois Estados, composta pelos municípios de Itambé (PE) e Pedras de Fogo (PB).

Os detalhes foram repassados em coletiva de imprensa, na sede da 3ª Companhia Independente da Polícia Militar de Pernambuco (CIPM), em Goiana, na Mata Norte do Estado.

De acordo com a SDS-PE, os trabalhos começaram no dia 12 de março, quando as forças dos dois Estados se reuniram para trocar informações de inteligência e planejar as operações ostensivas. Ao todo, 695 agentes estão empregados na ação, que vai até o domingo (26).

Foram cumpridos, desde às 3h30 desta sexta, 28 mandados de busca e apreensão. 23 pessoas foram presas, sendo quatro em flagrante. Uma delas já possuía outro mandado de prisão em aberto. As ordens foram cumpridas nos seguintes municípios:

Recife (PE)
Goiana (PE)
Itambé (PE)
Condado (PE)
João Pessoa (PB)
Guarabira (PB)

Os números serão atualizados pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco na segunda-feira (27), um dia após o fim dos trabalhos.

Durante a operação, os agentes identificam os pontos de facções criminosas que atuam entre os dois Estados. Posteriormente, saturam a divisa para efetuar as prisões.

Segundo a secretária-executiva de Defesa Social de Pernambuco, Dominique de Castro Oliveira, os trabalhos reafirmam a união entre as duas unidades federativas que, ainda segundo ela, não podem permitir a ação de criminosos que não respeitam as divisas e usam um ou outro Estado para se esconder, após as práticas delituosas.

“Desde o primeiro momento, a Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba se mostrou muito parceira e topou esta operação conjunta, para demonstrar que essa união e essa atuação vieram para ficar. Também traz, para a população da divisa, a mensagem de que onde quer que esteja o crime há Polícia atuando em conjunto nesse local”, salientou.

Além do Corpo de Bombeiros e das Polícias Civil, Militar, Rodoviária Federal e Cientifica, atuam na operação o Departamento de Trânsito (Detran), Operação Lei Seca, Vigilância Sanitária, Conselho Tutelar, Defensoria Pública, Grupamento Tático Aéreo (GTA) e as Corregedorias dos dois Estados.

Fechado para comentários

Veja também

Juazeiro (BA) é a quinta cidade mais violenta do Brasil, aponta Atlas da Violência

Dos 10 municípios brasileiros com as maiores taxas de homicídios por 100 mil habitantes em…