Fiocruz poderá ter vacinas contra a Covid-19 a partir de março de 2021

A vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, pode ser produzida Brasil entre os meses de dezembro e janeiro. A informação foi dada pelo vice-presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Marco Krieger, afirmou nesta segunda-feira (23). Ainda segundo ele, o cronograma estimado pela fundação prevê a disponibilização do imunizante em março, após submissão a órgãos de vigilância sanitária.

O Ministério da Saúde tem um acordo com a farmacêutica para adquirir doses da vacina e para a produção dela no Brasil pela Fiocruz. Ainda segundo o vice-presidente, em dezembro será assinado novo contrato que prevê a transferência de tecnologia. Ele explica que dados sobre o estudo com a vacina no país têm sido apresentados em “pacotes” à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e, em janeiro, deve ser apresentado o último deles.

“Temos um cronograma que vai ser cumprido, a gente sempre diz que pode adiantar um pouquinho, pode atrasar um pouquinho”, disse Krieger em entrevista à GloboNews. “Estamos desde o início… prevendo o início da produção da Fiocruz em dezembro, janeiro, a submissão do registro, já a partir de março temos essas doses”, afirmou. “A boa notícia é que nós teremos um pouquinho a mais de doses, cerca de 30% de cidadãos a mais poderão ser vacinados”, comemorou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Vereador é assassinado a tiros em Candeias, na Bahia

Um vereador do município de Candeias (BA), André Luiz Ferreira de Araújo, morreu após ser …