Feirantes desocupam calçadas e área central de Juazeiro (BA)

Depois de dois meses de muito diálogo e reuniões, os feirantes deixaram as vias públicas e calçadas na área da Praça Pereira Primo, no Centro de Juazeiro, melhorando os espaços de circulação de pessoas. A remoção ocorreu de forma ordeira, pacífica e consensual. Os feirantes e ambulantes se deslocaram de forma voluntária e espontânea para seus espaços de origem.

Boa parte deles era do Mercado Joca de Souza Oliveira, que está funcionando de forma provisória em frente ao Estádio Adauto Moraes enquanto o entreposto passa por reforma. No entanto, alguns não tinham um local para trabalhar, o que foi providenciado pela prefeitura, através da Superintendência de Feiras, Mercados e Camelódromo, por entender que essas pessoas não poderiam ficar sem trabalhar. Ou seja, uma forma humana de encarar esse problema.

Após a desobstrução das calçadas e vias públicas e a entrada desses permissionários nas áreas internas, de acordo com o diretor da Autarquia Municipal de Abastecimento (AMA), Britoaldo Alves Bessa foi feito um trabalho de reordenamento no interior do Mercado Joca de Souza, na feirinha do terminal e nos demais que compõem aquela região.

Além disso, a prefeitura promoveu diversos serviços de melhorias no entorno da praça, como poda de árvores, reforço na iluminação e a AMA conseguiu junto à Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes (CSTT) autorização de parada de 15 minutos em frente ao estádio e na lateral do Camelódromo para que as pessoas possam fazer carga e descarga sem correr o risco de ser multadas. O mesmo vale para clientes que compram frutas e verduras no local – a tolerância é de até 15 minutos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

MPPE recomenda a Petrolândia, Floresta e outros 15 municípios seguir com vacinação de grupos prioritários

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio de Promotorias de Justiça locais, expe…