Famílias pagam mais por cebola, café moído e leite longa vida, diz IBGE

Os preços dos alimentos reduziram o ritmo de alta em maio, de acordo com a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) no mês, segundo os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As famílias pagaram mais pela cebola (16,05%), café moído (2,78%) e leite longa vida (1,94%). No entanto, ficaram mais baratos o feijão carioca (-5,36%), frutas (-1,89%), arroz (-1,25%) e carnes (-0,72%).

O grupo Alimentação e Bebidas saiu de uma alta de 0,61% em abril para elevação de 0,26% em maio, resultando numa contribuição de 0,05 ponto porcentual para a taxa de 0,44% registrada pelo IPCA-15 deste mês.

O custo da alimentação no domicílio subiu 0,22% em maio. A alimentação fora do domicílio aumentou 0,37%. A refeição fora de casa subiu 0,34%, e o lanche avançou 0,47%.

Fechado para comentários

Veja também

Operação Unum Corpus chega a 502  presos na Bahia e outros estados; Juazeiro na lista

A 13ª fase da Operação Unum Corpus chegou a 502 prisões, na terça-feira (18). Entre os 338…