Familiares e amigos ficam abalados após morte de petrolinense na Bolívia

Familiares e amigos da petrolinense Camila Monteiro, de 30 anos estão abalados com a notícia da morte da jovem na Bolívia.

Ela tropeçou e bruscamente atingiu o rosto no solo com violência e ela acabou fraturando seriamente a mandíbula. O fato ocorreu neste domingo (14),em Cochabamba cidade que estava cursando Medicina.

Camila ainda respirou por alguns momentos após a queda e chegou a ser socorrida por populares, mas após uma convulsão não resistiu. O corpo foi removido para o Instituto de Investigações Forenses de Cochabamba.

 

Fechado para comentários

Veja também

Envolvido em ataque ao ônibus do Fortaleza se apresenta à Polícia Civil e confessa participação

Um homem suspeito de ter participado do ataque ao ônibus da delegação do Fortaleza, na últ…