Família faz campanha em busca de doador de medula óssea para o menino Glenn

1

Glenn Lima

Uma lição de fé e força. Estas são algumas das coisas que podemos aprender com o menino Glenn Lima de Oliveira, de apenas 11 anos. Ele mora no bairro Castelo Branco, em Juazeiro, mas atualmente está hospitalizado num hospital em São Paulo. Há oito meses, Glenn foi diagnosticado com leucemia e desde então vem passando por uma série de tratamentos médicos.

No entanto, para melhorar o seu quadro, ele precisa de um transplante de medula óssea, que deve ser realizado até o mês de fevereiro, no próximo ano. Por isso, a família e amigos do menino estão iniciando uma campanha na região do Vale do são Francisco em busca de doadores.

“Eu venho encarecidamente pedir às pessoas que ajudem. Façam um simples cadastro de medula. Esse cadastro pode ser feito no Hemope, em Petrolina e no Hemoba, em Juazeiro. O cadastro é simples, é apenas um exame de sangue. Qualquer horário que você estiver disponível, pode fazer, não precisa estar em jejum. Contamos com a boa vontade das pessoas. Estamos na luta, na campanha do menino Glenn”, informa Lorena Oliveira, prima da criança.

Para fazer o teste de compatibilidade de medula basta ter entre 18 e 55 anos e comparecer ao Hemocentro, levando a carteira de identidade. O procedimento é parecido com um exame de hemograma, no qual é coletado uma amostra de sangue.

“Agradecemos, de antemão, a todas as pessoas que já foram doar e pedir que não parem, continuem, por que a luta ainda não acabou”, diz Lorena Oliveira.

1 Comentário

  1. jamile

    19 de dezembro de 2015 em 22:47

    Olá!Já estou cadastrada d no HRMOPE em petrolina,tenho interesse,por favor,entre em contato comigo,através do e-mail.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Médico morre vítima do novo coronavírus

Faleceu na noite de segunda-feira (23),  em Petrolina (PE), o anestesista César Obara. Ele…