Estudo afirma que exercício aeróbico regular melhora disfunção erétil

Não é novidade que a prática regular de exercícios físicos traz melhoras em diversos aspectos da vida. Agora, pesquisadores americanos descobriram que as atividades podem afetar positivamente até o desempenho sexual.

Segundo os cientistas, práticas regulares de atividades como corrida e ciclismo podem ter efeitos semelhantes aos de remédios como o Viagra na melhora da disfunção erétil. O estudo foi publicado em outubro na revista científica Journal of Sexual Medicine.

A meta-análise (um estudo que reúne várias pesquisas) reuniu dados de 1,1 mil homens e indicou que o exercício aeróbico aumenta a qualidade da ereção e também sua duração. Os efeitos de quebrar o sedentarismo foram mais intensos entre os participantes que não praticavam nenhuma atividade e em obesos — ou seja, funciona melhor para quem está começando do que para quem já é ativo.

Na comparação entre homens sedentários e indivíduos que praticavam atividades físicas regulares por pelo menos 30 minutos três vezes por semana, os participantes com disfunção erétil mais grave foram os mais beneficiados. O exercício melhorou 2,3% da disfunção leve, 3,3% da moderada e 4,9% da grave.

A pesquisa indicou que incluir o exercício aeróbico na rotina melhora a disfunção erétil em 3 a 5 pontos em um critério elaborado pelos pesquisadores. O uso de remédios como o Viagra, por exemplo, oferece um impacto de 4 a 8 pontos.

Uma resposta possível para este efeito, segundo os pesquisadores, é que manter uma boa rotina de treinos melhora a circulação, evitando acúmulos de gordura na corrente sanguínea. O bom funcionamento do sistema circulatório ajuda a irrigar melhor os corpos cavernosos do pênis, combatendo a disfunção erétil.

Fechado para comentários

Veja também

Sertânia (PE): PRF apreende cerca de 250 kg de maconha e shunk na BR-232 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na noite desta quinta-feira (11), cerca de 2…