Estudantes do ensino médio criam bioplástico da casca de manga em Pernambuco

Três estudantes da Escola Estadual Ministro Jarbas Passarinho Laura Araujo, no Recife, criaram um plástico biodegradável para ser utilizado também na impermeabilização das áreas de risco. O principal insumo utilizado no desenvolvimento é a casca da manga, fruta que é colhida em Pernambuco entre os meses de setembro e dezembro.

O protótipo foi apresentado pelos estudantes Laura Araujo, Lídia Souza e Luana Pereira, de 16 anos, e Luciano Carlos, 15, em março deste ano, na Feira Brasileira de Engenharia e Ciências (Febrace), realizado pela Universidade de São Paulo (USP). Lá, eles receberam a oferta de um empresário indiano para vender a ideia e a proposta de apresentar o trabalho na Tunísia, no continente africano. “Estamos estudando a melhor forma de proteger a autoria da criação. Como o trabalho foi apresentado em diversos lugares, não há como alguém roubar, mas precisamos patentear. O viés sempre foi o social, de criar um produto que seja aplicado para a sociedade, mas a ideia é dos alunos e a decisão do que fazer também é deles”, conta a professora-orientadora do projeto, Alessandra Martins. (FolhaPE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco confirma 1.038 novos casos e 34 mortes pela Covid-19

Pernambuco registrou, nas últimas 24 horas, 1.038 casos da Covid-19. Entre os confirmados …