Especialistas apontam que Brasil corre risco de terceira onda da Covid ‘muito pior’ neste ano

População cansada de ficar em casa, restrições menos duras, aumento de casos de Covid-19 e mortes, hospitais novamente lotados, descoberta de uma variante mais transmissível do vírus em Manaus, no Amazonas, ausência de uma coordenação nacional, dificuldades para vacinação em massa.

Estes e outros fatores fazem especialistas em saúde pública acreditarem que a pandemia no Brasil pode ter nos próximos meses um capítulo ainda mais trágico do que o observado em quase um ano desde que o novo coronavírus chegou ao País, segundo especialistas ouvidos pela reportagem do portal R7.

Um retrato disso já está evidenciado nos números oficiais do Ministério da Saúde. As três primeiras semanas de 2021 foram as piores em números de novos casos do no auge da chamada primeira onda, no meio do ano passado.

Desde 21 de janeiro, o número de casos ativos de Covid-19 no país está em um patamar de 900 mil, muito acima dos 690,6 mil observados na semana de 22 de julho, quando o Brasil registrava picos de casos em 2020.

(Folha PE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco fecha quinta-feira (25) com mais 1.202 casos da covid-19 e outras 15 mortes

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, na quinta-feira (25/02), 1.202 casos da…