Em Petrolina (PE), Miguel Coelho defende maior apoio do Estado às festas juninas das cidades

Na abertura do São João de Petrolina, na noite desta sexta (17), o pré-candidato a governador Miguel Coelho cobrou maior protagonismo do Governo do Estado na realização dos festejos juninos. O ex-prefeito falou que o ciclo junino é o principal evento cultural do povo nordestino. Por isso, ele acredita que o Estado precisa garantir mais verbas e influência na atração de parceiros do São João em Pernambuco.

Para Miguel, alguns municípios maiores, como Petrolina, Arcoverde e Caruaru, sofrem com a falta de apoio do Governo, mas conseguem realizar as festas por conta da capacidade própria de arrecadação e pela tradição que envolve o São João nessas cidades. Os municípios menores, no entanto, dependem mais de apoio tanto financeiro, quanto na segurança, na divulgação como roteiro turístico ou na atração de patrocinadores.

O pré-candidato do União Brasil lembrou que sofreu quando era prefeito até com calote do Governo do Estado, que prometeu envio de recursos, mas a verba nunca chegou. “Petrolina, Caruaru, Arcoverde tem condições de tocar uma festa dessa grandiosidade porque já estão consolidadas e tem mais recurso próprio. Estive em Bezerros, recentemente, vi uma festa maravilhosa organizada pela prefeita Lucielle, mas sei a dificuldade que ela está enfrentando para tocar um evento daquele sem grande apoio. Imagine os municípios menores o que passam”, disse. “O São João é patrimônio cultural do nordestino. Mexe com nossa autoestima, com nosso orgulho, anima as cidades e movimenta uma imensa cadeia produtiva com milhares de empregos. O Governo do Estado precisa atuar de forma mais decisiva em algo tão fundamental para nosso povo”, completou Miguel.

1 Comentário

  1. José Alexandre Rodrigues

    18 de junho de 2022 em 20:28

    Um maior apoio inclui mais oportunidade para os artistas locais. Valoriza apenas os de fora de Petrolina e do Estado. Basta olhar a grade de atrações deste ano.

    Ontem foi um showmício disfarçado….muito tempo falando e poderia ampliar o tempo ou dar oportunidade para os artistas locais.

    Já foi melhor. Se ele for eleito e fazer para a classe artística do Estado o que faz com os artistas locais de Petrolina…podem esperar de tudo mas menos uma festa democrática para os artistas e foliões.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Conselho determina interdição ética do serviço de enfermagem do Hospital da Restauração em Recife (PE)

O Conselho Regional de Enfermagem de Pernambuco (Coren-PE) determinou, nesta quarta-feira …