Em nota, Sesab afirma que Estado garantirá o pagamento de salários dos funcionários do Hospital Regional de Juazeiro (BA)

Na manhã desta quarta-feira (16),  funcionários do Hospital Regional de Juazeiro (BA), realizaram manifestação em frente à instituição hospitalar para reinvindicar o atraso salarial de outubro e novembro. Os trabalhadores receberam um prazo de 13, 14 ou  15/12 para o recebimento do salário, porém até agora o dinheiro não foi entregue.

Em nota, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), informou  que o Estado da Bahia garantirá o pagamento.
” A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), busca medidas administrativas para efetuar o pagamento diretamente aos funcionários que atuaram nos meses de outubro e novembro deste ano, no hospital da Chapada, em Seabra, e no Regional de Juazeiro, localizado na região norte da Bahia.

Ambos eram geridos pela Associação de Proteção à Maternidade e Infância de Castro Alves (APMICA), que em virtude da má qualidade no serviço prestado, a Justiça solicitou o afastamento da entidade, bem como bloqueou a conta e os eventuais créditos junto ao Estado, o que impossibilitou o pagamento dos salários. Já foi realizado o levantamento de todos os funcionários e entregue a documentação à Justiça, que fará a análise”.

Foto – Ivo da Hora

1 Comentário

  1. Funcionário

    16 de dezembro de 2020 em 11:38

    Secretaria de Saúde da Bahia atuando de forma incompetente e desonesta! Permitiu a farra dos bandidos da APMI, que roubaram o dinheiro do hospital, matando pacientes e deixando funcionários sem salário! E agora não paga os salários de outubro e novembro, e muito menos os direitos trabalhistas (décimo terceiro, rescisão, férias, etc). Um absurdo, polícia federal neles!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco: Eventos sociais e corporativos estão suspensos a partir de segunda-feira (25)

Um nova decisão por conta da pandemia vai começar a valer no Pernambuco a partir da próxim…