Em greve, funcionários dos correios querem retomar negociações do Acordo Coletivo de Trabalho

0

O Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios em Pernambuco (Sintect-PE) deve ingressar nesta quinta-feira (12) no Tribunal Superior do Trabalho (TST) com dissídio coletivo de greve. De braços cruzados desde a noite da última terça-feira (10), a categoria quer retomar as negociações do Acordo Coletivo de Trabalho.

Na semana passada, a direção dos Correios se retirou da mesa de negociação junto ao TST. Até que a situação seja resolvida, a promessa é que o movimento grevista perdure por tempo indeterminado. Em Pernambuco, a adesão dos trabalhadores é de cerca de 80% dos 3,4 mil servidores.

“Nós tentamos abrir de forma incansável conversas com a empresa para que ela pelo menos mantivesse o acordo coletivo do ano passado. No entanto, a mesma se retirou da mesa de negociações”, conta o secretário do Sintect-PE, Hallison Tenório. Segundo ele, a categoria estava disposta a negociar um acordo em que prevalecesse a manutenção dos seus direitos e que avançasse um diálogo sem prejuízo para nenhuma parte. “A nossa proposta era de reposição salarial pela inflação, de 3,49%, percentual que se estende aos benefícios, a exemplo do tíquete alimentação, além da manutenção dos nossos pais no plano de saúde”, revela o sindicalista. (FolhaPE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Governador Paulo Câmara visita Petrolina, Dormente e Afrânio nesta segunda-feira (26)

O governador Paulo Câmara visita, nesta segunda-feira (26.10), os municípios de Petrolina,…