Em audiência pública, Prefeitura de Petrolina discute medidas de combate ao trabalho infantil

A Casa Plínio Amorim foi o espaço escolhido para debater as estratégias de combate ao trabalho infantil em Petrolina. Durante audiência pública, representantes da prefeitura apresentaram propostas de mudança a esta realidade no município.  A Secretaria Municipal de Educação (SEDU) participou do evento representado pela tutora de Gestão Escolar, Francisca Teonília.

Em sua fala, a tutora ressaltou que a prefeitura através da SEDU, está muito preocupada com esta situação por isso tem atuado contra os índices de evasão escolar das escolas municipais e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI).

“Estamos fazendo um trabalho de forma integrada em conjunto com outras secretarias. No projeto Busca Ativa Educacional, a direção das escolas e CMEIs monitoram os índices de evasão escolar e um profissional é enviado para avaliar a situação do estudante em casa. Esse é um trabalho orientado pela secretária executiva Margareth Costa e pelo prefeito Miguel Coelho, por não querer nenhuma criança fora da escola porque tem que trabalhar”, diz.

A reunião contou ainda com a presença do desembargador presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região, Ivan de Souza Valença Alves; vereadores da Comissão da Criança e Juventude; o presidente da Câmara de Vereadores, Osório Siqueira; Juiz do Trabalho, Milton Gouveia e o Desembargador Gestor do Programa de Combate ao Trabalho Infantil, Paulo Alcântara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): No boletim epidemiológico desta segunda-feira (18), cidade registrou 20 novos casos e um novo óbito

Juazeiro (BA) registrou 20 novos casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas. A informa…