Eleições 2022: Minha possibilidade de ganhar eleição no Partido de Miguel seria muito difícil, tive que procurar meu espaço”, declara Guilherme Coelho 

O pré-candidato a deputado federal, Guilherme Coelho (PSDB/PE) disse que não existiria espaço para seu nome no partido de Miguel Coelho, o União Brasil. Apesar do parentesco, os dois estão em lados opostos nas eleições de 2022, e Guilherme já declarou apoio a pré-candidata ao governo pelo seu partido,  Raquel Lyra (PSDB).

Guilherme comentou durante entrevista ao programa Edenevaldo Alves, na Rádio Petrolina FM, a decisão de seguir o caminho adversário ao ex-prefeito de Petrolina, Miguel Coelho.

“No momento mais difícil da vida de Miguel que foi a candidatura a prefeito eu peguei 28 anos que fizemos oposição ao grupo de Fernando Bezerra Coelho e deixei isso para trás e apoiei Miguel. Ele sempre honrou comigo tudo que comprometeu-se. Dei minha contribuição, não me arrependo. Miguel foi um excelente gestor, nao tenho nada contra, mas ao longo do tempo as coisas vão acontecendo e a gente tem que entender que eu sou filho de Osvaldo Coelho. Se eu fosse pro partido de Miguel, a minha possibilidade de ganhar eleição seria muito difícil, então eu tive que procurar meu espaço. Como eu entro no partido que Fernando Filho é pré-candidato, Mendonça Filho é pré-candidato? Eu não ia para lugar algum, não ia ter chance de me eleger”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Sargento que atirou em filhos durante briga com esposa é expulso da Polícia Militar de Pernambuco

O terceiro sargento da Polícia Militar de Pernambuco, Moisés Francisco de Lima Carvalho, s…